@@ Desde Música a Astronomia !Da História a Arte antiga e Contemporânea,Ecologia e Meio Ambiente,Consciência Global,Notícias e também Vídeos sobre vários temas e Jogos! @@

Postagens populares !

Curtir no Facebook

Blogosfera amigos !

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Os tubarões

Ataques de tubarões

É difícil falar-se de tubarões, sem se falar de ataques a seres humanos. Curiosamente, apesar de muito falados, estes ataques são raros: em média ocorrem 50 ataques por ano em todo o mundo, dos quais 8 são fatais. Compare isso com os milhares de pessoas que morrem todos os anos em acidentes de viação e guerras...

Um dos ataques de tubarões mais famosos ocorreu na Áustrália, em 1967. Rodney Fox participava num campeonato de caça submarina e, tal como os outros concorrentes, havia capturado vários peixes. Por isso, a água estava impregnada de sangue - em quantidades suficientes para atrair tubarões...

Quando Rodney se preparava para arpoar o último peixe, sentiu um encontrão fortíssimo num dos flancos. Era um grande tubarão-branco! O tubarão agarrou Rodney e, apesar dos seus esforços para escapar, sacudiu-o violentamente. Lembrando-se que os olhos dos tubarões são um ponto vulnerável, o mergulhador reuniu todas as suas forças e socou um olho do tubarão. Inesperadamente, o tubarão largou-o! A sangrar e quase sem ar, Rodney nadou em direcção à superfície. Mas sentiu um puxão e foi arrastado para baixo. O tubarão estava a puxar os peixes presos ao cinto de Rodney! Ferido e a afundar cada vez mais, não conseguia soltar o cinto. Mas, de repente, a linha que prendia os peixes partiu-se. Rodney nadou para a superfície e felizmente, foi avistado e salvo. Estava gravemente ferido: tinha várias costelas esmagadas e a caixa torácica, pulmões e abdómen estavam abertos. Quatro horas de cirurgia e 462 pontos salvaram-lhe a vida.

Ao contrário do que se esperaria, Rodney não guardou rancor aos tubarões-brancos. A partir de então, dedicou a sua vida ao estudo e protecção destes animais, de que é um grande defensor. A sua paixão por tubarões é tão grande, que os seus amigos dizem que "o tubarão mordeu Rodney e passou a viver dentro dele"...

Mas porque motivo os tubarões atacam os seres humanos?

Duas situações distintas podem estar na origem dos ataques de tubarões ao ser humano: ameaça/agressão e alimentação.

Ameaça/agressão: muitas vezes, sem saber, um mergulhador pode estar a invadir o território de um tubarão. Ao sentir-se ameaçado, o tubarão tenta afastar o intruso. Primeiro através de alterações da postura do corpo - comportamento agonístico -e, em último caso, atacando-o. Um tubarão também se sente ameaçado se estiver a repousar e o incomodarem - com puxões das barbatanas etc. (sim, há pessoas que o fazem...)

Comportamento agonístico: este comportameto é um sério aviso para as pessoas se afastarem e sairem da água.

Alimentação: Nestes casos, o tubarão confunde a vítima com as suas presas. São os ataques com maior probabilidade de serem fatais, uma vez que os responsáveis são grandes predadores como o tubarão-branco, o tubarão-tigre (Carcharhinus leucas) ou o tubarão-touro (Galeocerdo cuvier). Estes tubarões alimentam-se de mamíferos marinhos e tartarugas. Note-se que, na perspectiva do tubarão, um surfista se assemelha a uma presa.

O Tubarão-Branco (Carcharodon carcharias) - (Família Lamnidae)

Os tubarões-brancos são, talvez, os animais marinhos mais temidos pelo ser humano. No entanto, apesar da sua fama, só recentemente se começou a conhecer melhor a biologia e o comportamento destes animais. Felizmente, a imagem de monstros insaciáveis e devoradores de Homens tem vindo a mudar e, cada vez mais, os tubarões-brancos despertam a admiração e o respeito das pessoas. Estas aprendem que devem aceitar e respeitar a sua presença nos oceanos, onde são fundamentais.

Alimentação: são verdadeiros predadores de topo. Por isso, desmpenham um papel crucial na manutenção do equilíbrio dos ecossistemas onde se integram, controlando as populações das suas presas. Os jovens alimentam-se de peixes e, conforme crescem, passam a comer mamíferos marinhos. O ser humano não faz parte da sua dieta...

Reprodução: só se começam a reproduzir a partir dos 12-14 anos de idade. São ovovivíparos e as fêmeas dão à luz entre 7 e 9 tubarões, com cerca de 1,5 m de comprimento.

Tamanho e idade: podem viver mais de 20 anos e crescem até perto dos 6 m.

Habitat e distribuição: águas temperadas costeiras de todo o mundo, especialmente EUA, Austrália e África do Sul. Também surgem ao largo de Portugal Continental e Ilhas! O Mediterrâneo e Adriático são especialmente frequentados por tubarões juvenis.

Temperatura corporal: são dos raros peixes capazes de manter a temperatura corporal acima da água. Em águas a 13ºC, o seu organismo pode estar a cerca de 28ºC.

Em vias de extinção: os tubarões-brancos são cada vez mais raros devido à acção do Homem, através da caça indiscriminada. Poe este motivo, é já uma espécie protegida nos EUA, África do Sul, Malta e Austrália.

Créditos: km-stressnet

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nuvem de Tags

Assista meu canal musical no Youtube!