@@ Desde Música a Astronomia !Da História a Arte antiga e Contemporânea,Ecologia e Meio Ambiente,Consciência Global,Notícias e também Vídeos sobre vários temas e Jogos! @@

Postagens populares !

Curtir no Facebook

Blogosfera amigos !

sábado, 4 de outubro de 2008

A odisséia espacial criada pelo homem

Do pré-histórico Stonehenge ao Hubble, a busca pelos mistérios do cosmos mobilizou civilizações ao longo dos últimos cinco mil anos

A Evolução Humana é o processo de mudança e desenvolvimento, ou evolução, pelo qual os seres humanos emergiram como uma espécie distinta. É tema de um amplo questionamento científico que busca entender e descrever como a mudança e o desenvolvimento acontecem. O estudo da evolução humana engloba muitas áreas da ciência, como a Psicologia Evolucionista, a Biologia Evolutiva, a Genética e a Antropologia Física. O termo "humano", no contexto da evolução humana, refere-se ao gênero Homo. Mas, os estudos da evolução humana usualmente incluem outros hominídeos, como os australopithecus.

Dizem os evolucionistas que o homem descende do macaco. Segundo essa teoria, nossos ancestrais andavam vergados, como fazem os símios. Já os adeptos da teoria da criação atribuem a existência de todas as coisas a um ser superior que habitaria o céu. Teorias à parte, o fato é que desde a Pré-História os homens tentam entender os mistérios que há por trás do cosmos.

Foi dessa observação que nasceu a astronomia. No início não havia instrumentos que permitissem uma visão melhor dos astros. Mas era a partir deles que os homens pré-históricos faziam previsões de novas colheitas e sabiam a época do nascimento dos animais de criação.

Em Salisbury, na Inglaterra,( entre Londres e Bristoll) um monumento monolítico feito de enormes pedras, algumas com até 24 toneladas e cinco metros de altura, instigou a curiosidade humana. Em princípio achou-se que tinha sido construído pelos druidas (sacerdotes celtas), mas exames de carbono feitos nas pedras revelaram que tinha sido feito há cinco mil anos. O monumento, chamado pelos saxões de Stonehenge ou hanging stones (pedras suspensas), tinha quatro “pedras de estação”, de onde se acredita que os homens pré-históricos observavam o nascer do sol e da lua. Esse agrupamento de pedras é chamado de Templo Neolítico e ali se formam os maiores solstícios do Planeta Terra ! Parece coincidência mas não é! O Homem ja era grandemente evoluido, pois as posições das pedras são como relógios antigos que marcam as horas pela posição do Sol.

Pela observação da posição dos astros, os egípcios descobriram que o ano tinha 365 dias. Mas foram os gregos que fizeram dessa observação uma ciência. A busca desse conhecimento, no entanto, foi tolhida na Europa medieval por pressão da Igreja Católica. Nessa época, os árabes avançaram nesse ramo do conhecimento e a astronomia virou uma ciência elevada. Isso aconteceu graças ao islamismo. O Corão, livro sagrado dos muçulmanos, diz que “a onipotência divina se manifesta na organização do universo”.

A grande revolução na astronomia ocorreu com Galileu Galilei que, ao inventar o telescópio, fez descobertas importantes, como a das luas de Júpiter, as montanhas na lua e as fases de Vênus. Depois disso, a astronomia virou febre. Mas também teve que se calar por afirmar que o Sol era o centro do Sistema solar e não a Terra, teoria imposta pela inquisição da igreja católica, que o ameaçou a se calar, senão seria atirado na fogueira como muitos!!!Cientistas como Johannes Kepler, Isaac Newton e Copérnico ajudaram a consolidar esse conhecimento como ciência e possibilitaram que a tecnologia nessa área se desenvolvesse. Copérnico descobriu que a Terra não era o centro do universo, e sim o sol, teoria que ficou conhecida pelo pomposo nome de “heliocentrismo”.

Mas foi no século passado que nossa civilização se projetou no espaço em busca de explicações para a origem da vida. As duas grandes potências da segunda metade do século XX, Estados Unidos e União Soviética, lançaram-se na corrida espacial. O primeiro homem a ir ao espaço foi o russo Gagarin, que deu uma volta na órbita da Terra. Em 1969 os norte-americanos Neil Armstrong e Edwin Aldrin pisaram pela primeira vez no solo da lua.

Depois disso foram tantas inovações que o trabalho de perscrutar o espaço sideral se tornou uma tarefa fantástica. Ainda hoje o telescópio Hubble continua a nos enviar imagens cada vez mais surpreendentes de galáxias e supernovas e expedições são tripuladas enviadas a planetas como Marte, o que nos leva a crer que em futuro não muito distante teremos muitas explicações para a origem do universo.

Eu acho que depois de tanta evolução, o homem aprendeu muito sobre sí mesmo, analizando a sua própria existência no cosmos! Toda essa transformação não veio por acaso, mas sim diante de muitas pesquisas e observações! Por isso que Deus nos fez especiais! Para podermos viver nesse pequeno planeta como observadores natos de nossa própria existência diante do universo, criado pelas suas proprias mãos! devemos ter sim, cuidados ao afirmar nossa descendência, pondo em risco até o nosso modo de pensar sobre a nossa existência!

Se somos inteligentes e curiosos, ta na cara que tudo isso provem de Deus! A sabedoria e o conhecimento não vem por acaso, e aí é que nos devemos ter entendimento para fazer o que é mais certo sem ferir a natureza e também a nossa própria existência!!!


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nuvem de Tags

Assista meu canal musical no Youtube!