@@ Desde Música a Astronomia !Da História a Arte antiga e Contemporânea,Ecologia e Meio Ambiente,Consciência Global,Notícias e também Vídeos sobre vários temas e Jogos! @@

Postagens populares !

Curtir no Facebook

Blogosfera amigos !

domingo, 20 de dezembro de 2009

A Cronodieta

Conheça melhor a cronodieta, alimentando-se consoante as horas do dia.

Que o horário das refeições é importantíssimo, já toda a gente o sabe. Mas que também a influência dos alimentos no nosso organismo tenha a ver com a hora a que os ingerimos, já é diferente.

A teoria desta dieta deve-se ao médico italiano Mauro Todisco e baseia-se em que quando o corpo está a trabalhar ao máximo, a refeição não se transforma em gordura, caso contrário, quando a pessoa está em repouso, qualquer alimento ingerido irá fazer aumentar o peso. O truque principal desta dieta consiste em comer pouco à noite, altura em que as glândulas supra-renais trabalham menos e a actividade da tiróide está reduzida, convertendo mais facilmente os alimentos em gordura.

A dieta permite comer de tudo mas requer um horário estrito para tal, uma vez que determinados alimentos podem engordar ou não consoante a hora a que são ingeridos, já que possuem um metabolismo distinto. Assim, as verduras podem ser comidas a qualquer altura mas para o resto dos alimentos existe um relógio de consumo e depois das cinco da tarde pode ingerir mais proteínas mas estão proibidas as frutas e os hidratos de carbono.

Mais do que uma dieta, a cronodieta pode ser considerada um sistema de alteração dos nossos hábitos alimentares e o nosso comportamento em relação à comida.
E o horário a seguir é o seguinte:


Das 7.00 às 15.00 horas: Cereais e derivados, como massas, arroz, trigo, bolachas e pão.
Das 12.00 às 15.00 horas: Legumes secos como lentilhas feijão, grão, etc. papas, milho e batatas.
Das 10.00 às 22.30 horas: Verduras e vegetais.
Das 10.00 às 22.30 horas: Proteínas, como carne (excepto enchidos e carnes muito gordas) peixe, produtos lácteos e ovos.
Das 20.00 às 22.30: Legumes frescos, excepto cenouras, alcachofras, beterrabas, brócolos, couve, couve de Bruxelas e tomate.
Até às 17.00: Toda a fruta.
Até às 12.00: Frutas hipercalóricas e frutos secos, como uvas passas, nozes, pinhões, manga, papaia, banana, uvas e figos.
Até às 14.00: Pão.


Ocasionalmente um doce mas sem abusar. Estes não contribuem para o equilíbrio nutricional mas constituem um prazer insubstituível. Estão ainda permitidos um ou dois copos de vinho por dia.

As quantidades é que têm poucas limitações, exceptuando as massas, das quais deve apenas comer um prato e as frutas que deve ingerir duas ou três peças mas sempre fora das refeições e nunca depois das 18 horas. Os legumes cozidos e as proteínas são as que desejar desde que tenha fome para isso.

Há quem defenda que se trata de uma dieta inovadora, mas ainda em fase experimental enquanto que algumas vozes se têm levantado contra a veracidade desta dieta com o argumento de que o que engorda ou não, são as calorias ingeridas ao longo de 24 horas, sendo indiferente a hora a que tal acontece. O que se passa é que muita gente come mais à noite, quando está em casa descansada após um dia de trabalho, e quando ao almoço apenas teve tempo de comer uma sandes ou um salgado, comerá tudo o que lhe coloquem à frente ou mais.

Fonte: Belfiglio.NET

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nuvem de Tags

Assista meu canal musical no Youtube!