@@ Desde Música a Astronomia !Da História a Arte antiga e Contemporânea,Ecologia e Meio Ambiente,Consciência Global,Notícias e também Vídeos sobre vários temas e Jogos! @@

Postagens populares !

Curtir no Facebook

Blogosfera amigos !

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Habilidades humanas - Parte 1

Como tantos filmes de super-heróis por aí,como Hulk,
nós estamos habituados a ver pessoas com habilidades
especiais na ficção. Mas existem pessoas com incríveis
habilidades que existem na vida real. Esta lista é a
primeira de uma série que irá retratar pessoas comuns
com superpoderes.

1-Super-degustadores

Audição - HypeScience.com

Pessoas que experimentam sabores com maior intensidade do que o resto da
população são chamadas de super-degustadores.
Pesquisadores perceberam pessoas com habilidades de paladar diferentes quando Arthur Fox pediu que voluntários experimentassem o sabor de uma
substância chamada de PTC, ou C7H8N2.
Algumas sentiam um sabor extremamente amargo e outras não. Isso depende de um fator genético que faz variar a quantidade de papilas gustativas fungiformes na língua, ou seja, em formato de cogumelo. Uma em cada quatro pessoas pode sentir o extremo amargo do PTC e estas pessoas são super-degustadoras.
É comum para super-degustadores não gostarem de certos alimentos, especialmente os amargas como couve de bruxelas, repolho, café e suco de toranja (grapefruit). Pessoas asiáticas, africanas e as mulheres têm maior probabilidade de serem super-degustadoras.


2. Audição absoluta

Audição - HypeScience.com

Pessoas com esta habilidade são capazes de identificar e reproduzir um tom sem a necessidade de uma referência anterior. Não se trata exatamente de uma audição melhor, mas sim da habilidade de classificar mentalmente sons em categorias, na memória.Exemplos de pessoas com audição absoluta são aquelas que ouvem sons do dia-a-dia como buzinas, sirenes, motores, etc. e são capazes de dizer exatamente a nota de cada um; ser capaz de cantar uma nota específica sem ouvir uma referência; dar nome às notas de um acorde, ou identificar a nota principal de uma música. Isto é um ato cognitivo: requer a memorização da freqüência de cada nota e ser capaz de nomeá-la (por exemplo: Si-bemol, dó, lá). Ainda não se sabe se a audição absoluta é genética ou aprendida durante a vida. Mas é se sabe que cerca de 3% da população geral possui esta habilidade. Nos EUA e na Europa 8% dos músicos semi-profissionais ou profissionais possuem audição absoluta enquanto 70% dos músicos japoneses possuem esta capacidade. A razão parece estar ligada ao fato do japonês ser um idioma de freqüência alta. O mesmo ocorre com pessoas de idiomas tonais (que possuem palavras que, mesmo que tenham mesma fonética, possuem significados diferentes de acordo com o tom da pronúncia) como o chinês, cantonês e vietnamita. É como se, em português a palavra “sapato” e “sapatô”, pronunciada apenas com sílabas tônicas diferentes, significasse o nome de objetos totalmente distintos.

3. Ecolocalização (ou bissonar)


A ecolocalização se traduz na capacidade de muitas
espécies
de morcegos de navegar pela noite, em locais com muitos
obstáculos,
como se o fizesse sob a luz do dia. Eles emitem um som e
esperam o eco
retornar, para mapear tridimensionalmente o local no
qual estão,
para saber exatamente a qual distância e direção de seus
obstáculos.
Alguns poucos humanos também são capazes de utilizar
ecolocalização. Apesar
de Ben Underwood ser cego, ele consegue
enxergar muito bem. Seus olhos
foram removidos cirurgicamente
quando ele tinha três anos de idade devido
ao câncer. Mas ele
consegue jogar basquete,andar debicicleta e viver
uma vida normal.
Ben faz um clique que ecoa através dos objetos à sua volta.
Ele
consegue ouvir os ecos e calcular mentalmente a distância dos objetos.

Ben não se considera cego e apenas pouquíssimas
pessoas no mundo possuem
esta capacidade.

Créditos: hypescience.com
Melhor site de ciências e curiosidades!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nuvem de Tags

Assista meu canal musical no Youtube!